Força, Chape. Muita força.

Eu não sei muito bem o que escrever – mas não consigo ficar sem fazê-lo. Estou acompanhando tudo o que posso desde hoje cedo, quando soube da terrível tragédia com o avião que transportava a Chapecoense. É dolorido. O impacto do ocorrido é tamanho que, confesso, sinto como se tivesse perdido alguém extremamente próximo a […]

Compartilhe:
Read more
A Zumbilândia é aqui

Sempre lembro desse trecho do Camus, quando fico brisando sobre a minha vida corporativa (?) do dia-a-dia. Despertar é necessário, de fato. Ou é isso ou é deixar São Paulo vencer no seu plano de zumbificar pessoas. Abs Cenários desabarem é coisa que acontece. Acordar, bonde, quatro horas no escritório ou na fábrica, almoço, bonde, quatro […]

Compartilhe:
Read more
Todos somos um pouco como Sísifo

Chega um momento na vida (ou vários momentos, pra ser sincero) que a gente se sente que nem o Sísifo, naquele mito grego: rolamos nossa pedra pra cima do morro com sufoco e, como se uma força externa começasse a agir, a pedra volta sozinha lá pra baixo e temos que começar tudo de novo. […]

Compartilhe:
Read more
Ansiedade, parte 2

A minha ansiedade é uma coisa tão filha da puta que eu fico ansioso até pra escrever um texto sobre ansiedade. Como vou abordar o tema, se uso exemplos, se não uso, se reclamo, se acho um ponto de vista positivo… tá louco. Enfim. Ser ansioso é uma porcaria, meu caro. Mas como tudo tem […]

Compartilhe:
Read more